ACONTECIMENTOS DOS ÚLTIMOS DIAS PARTE 2

A MAÇONARIA E O OLHO DE HORÚS

Agora que sabe sobre ecumenismo, conheça a simbologia de uma das principais organizações secretas que defendem a ideia.  Ocultismo,Maçonaria e o Olho de Hórus

Por que as sociedades secretas e iniciáticas buscam o Ocultismo? O que esperam obter através dele? E por que a presença sempre frequente nessas sociedades secretas desse amuleto egípcio chamado de Olho de Hórus?A compreensão deste estudo nos poderá ser dramaticamente limitada, a não ser que tenhamos a noção precisa e exata do que sejam as seguintes expressões que partem do coração do homem, a saber: a cobiçaa ambição e a soberba.  Recorramos, portanto, às Escrituras Sagradas, a Bíblia, a fim de podermos melhor compreender estas manifestações da alma humana.

“Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele; porque tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo. Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente.” (1 João 2:15-17)

A palavra, no original grego do Novo Testamento, para “concupiscência” é epithumia, e significa um desejo intenso por algo que é proibido e ilícito. Também o termo “luxúria”, que significa um apetite sensual doentio (sensual, neste caso, refere-se aos sentidos). Após a queda de Eva e de Adão, o ser humano passou a herdar esta depravação, pois todos os seres humanos foram concebidos após a queda do homem.

 “E chamou Adão o nome de sua mulher Eva; porquanto era a mãe de todos os viventes.” (Gênesis 3:20 )

E observe que no trecho bíblico citado acima (1 João 2:15-17), a concupiscência é claramente exibida como estando em oposição à vontade de Deus. Quanto à “ambição”, esta já opera de um modo mais racional e até mesmo lógico, sendo o veículo através do qual se planejam as estratégias para a obtenção das satisfações das cobiças (concupiscências) humanas.

“E, se tua mão te faz tropeçar, corta-a; pois é melhor entrares maneta na vida do que, tendo as duas mãos, ires para o inferno, para o fogo inextinguível onde não lhes morre o verme, nem o fogo se apaga.”     (Marcos 9:43,44)

Interessante notar que o trecho bíblico citado da Primeira Epístola de João, no capítulo 2, nos diz que: “tudo que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não procede do Pai, mas procede do mundo.”  (1 João 2.16); Isto está desta forma dito pois, toda a estrutura mundana (o que inclui o mundo inteiro) está construída e fundamentada na soberba e na busca pelas satisfações das concupiscências dos homens, o que torna todo o sistema mundial e mundano em um enorme movimento de rebelião contra Deus, como está escrito:

“Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” (Tiago 4:4)

E dentre os motivos por causa dos quais a amizade do mundo é inimizade contra Deus, é porque a busca viciante e incessante pela satisfação das concupiscências da carne traz, invariável e indissociavelmente, o prejuízo de alguém, seja do próprio sujeito que ambiciona, ou o que é ainda pior, dos que se encontram a ele relacionados, seja de modo direto ou indireto. E a esses prejuízos causados ao próximo, a Bíblia os chama de injustiças, pelo que está escrito: Toda injustiça é pecado, e há pecado não para morte.” (1 João 5:17); A cobiça e a injustiça são alimentadas pela soberba e pelo ódio, e o oposto disto é o que se segue:

“Pois isto: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não cobiçarás, e, se há qualquer outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (Romanos 13:9)

AS DUAS FACES ESPIRITUAIS DA EXISTÊNCIA

Todo e qualquer ser humano, até mesmo o mais louco e insano de todos, possui a percepção dos atributos de Deus, os quais permeiam toda a sua criação, como dito está:

“Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato.” (Romanos 1:20,21)

O homem, seja ele quem for, percebe-se pequeno e limitado em um universo que ele mesmo pouco conhece, e isto o conduz à busca de algum poder que esteja acima dele. Se seus objetivos provém de um coração honesto e sincero, inevitavelmente quem assim procede terminará por associar-se a Deus em uma amizade eterna, através do Filho, o Senhor Jesus, obtendotambém a vida eterna prometida por Cristo. Por outro lado, se suas ambições e cobiças lhe são preciosas o suficiente a ponto de, mesmo sabendo-as contrárias à vontade de Deus, e ainda assim nelas persistir, ou seja, buscando a satisfação de suas concupiscências e ambições às custas do prejuízo de uma amizade com Deus, o homem tenderá a se afastar do Criador e buscar algum outro poder que lhe sirva de patrocínio para suas ambições. E é aí que entra em cena o Ocultismo.

A história do Olho de Hórus

Segundo a mitologia ocultista egípcia, Hórus era um deus egípcio, filho de Osíris e de Ísis. A seguir, postamos a breve introdução da Wikipédia sobre essa entidade.“Hórus (ou Heru-sa-Aset, Her’ur, Hrw, Hr ou Hor-Hekenu) era o deus egípcio do céu, filho de Osíris e Ísis, muito embora sua concepção tenha ocorrido após a morte de Osíris. Tinha cabeça de falcão e os olhos representavam o sol e a lua. Matou Seth tanto pela vingança da morte do pai, Osíris, como pela disputa do comando do Egito. Após derrotar Seth, tornou-se o rei dos vivos no Egito. Perdeu um olho lutando com Seth, que foi substituído por um amuleto de serpente, (que os faraós passaram a usar na frente das coroas), o olho de Hórus, (anteriormente chamado de Olho de Rá, que simbolizava o poder real e foi um dos amuletos mais usados no Egito em todas as épocas. Depois da recuperação, Hórus pôde organizar novos combates que o levaram à vitória decisiva sobre Seth.” (Fonte: Wikipédia)

Para entendermos o porquê do interesse de praticamente todas as sociedades iniciáticas ocultistas pelo Olho de Hórus, é imprescindível que se mencione outra figura da mitologia egípcia, o deus Tot, que é o nome grego para Djehuty. Segundo a mitologia egípcia, Tot (ou Djehuty) era o deus egípcio da sabedoria, do tempo, da escrita e da mágica. É também identificado como o deus grego Hermes (daí o termo Hermetismo = Ocultismo, ou Tradição Hermética). Tot é a figura central da chamada Egiptosofia (os conhecimentos esotéricos egípcios), além de ser tido como o escriba dos deuses e o guardião do Olho de Hórus. Em torno dessa divindade egípcia formou-se um culto cujos sacerdotes escreveram um grupo de escritos ocultistas chamados de os Livros de Tot, um grupo de escritos contendo encantamentos, mágicas e feitiços “cujo nome não pode ser pronunciado”. Ainda segundo a mitologia dos antigos egípcios (entenda-se aqui, bruxos e feiticeiros do Egito antigo), os tais escritos teriam sido enterrados na Cidade dos Mortos, e aquele que o encontrar e o ler conhecerá a linguagem dos animais, poderá proferir poderosos encantamentos e feitiços, e até mesmo encantar o céu e a terra. Tot é ainda identificado com Hermes Trimegisto e com o deus Atlantis, da imaginária perdida civilização de Atlântida.Resumindo, esse símbolo chamado de Olho de Hórus, é uma referência direta às fontes mais antigas (egípcias) dos conhecimentos ocultistas, esotéricos e alquímicos, sendo que, em última análise, simboliza o poder, domínio, riqueza e vida no além. Para o ocultismo maçônico, rosacruciano, cabalista, teosófico e gnóstico, é como se fosse uma bandeira ou um emblema de uma nova era a surgir em breve, a era de Lúcifer. É um agressivo símbolo de rebelião contra o Deus Todo-Poderoso, e, finalmente, o símbolo máximo da Nova Ordem Mundial, um estado de controle político, econômico e militar que se espalhará pela terra, patrocinado pelas forças das trevas e que de tudo fará a fim de aniquilar todos os cristãos e judeus do mundo inteiro (os únicos capazes de lhes fazer oposição, e isto em razão da Palavra de Deus). E o principal motor propulsor da logística diabólica por detrás desta trama sinistra (e real) é ela própria, a Maçonaria.

A Maçonaria serve como uma espécie de condutor entre organizações políticas da Elite Global (Clube de Roma, Comissão Trilateral, Bilderbergers, etc.) e os grupos ocultistas da rede das Sociedades Ocultas (Sociedade TeosóficaRosacruzesLucis Trust, etc.). O objetivo final do Dragão (Satanás) para esta teia demoníaca é que ela sirva de tapete para a chegada de seu pupilo, o anticristo, que a Bíblia chama de A Besta:

“Então, vi uma de suas cabeças como golpeada de morte, mas essa ferida mortal foi curada; e toda a terra se maravilhou, seguindo a besta; e adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta; também adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem pode pelejar contra ela? Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias e autoridade para agir quarenta e dois meses; e abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu. Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação; e adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.”                (Apocalipse 13:3-8)

Evidentemente que muitos desses homens não têm consciência de que estão sendo usados pelo diabo para essa finalidade, todavia, tornam-se culpados não somente pelas injustiças que cometem, mas também porque terminam por obter ganhos pessoais através destas empreitadas. E foi dessa gente que o Senhor Jesus Cristo falou quando disse:

“Ai de vós, os que estais agora fartos! Porque vireis a ter fome. Ai de vós, os que agora rides! Porque haveis de lamentar e chorar.” (Lucas 6:25)

HOMENS PARTICIPANTES DA MAÇONARIA EM DIVERSOS LOCAIS NO BRASIL, OBSERVE ATENTAMENTE SUA VESTIMENTAS E A SIMBOLOGIA INCLUINDO O OLHO DE HÓRUS.

Vejamos o que diz a Bíblia sobre esse império, o qual está prestes a surgir Este rei fará segundo a sua vontade, e se levantará, e se engrandecerá sobre todo deus; contra o Deus dos deuses falará coisas incríveis e será próspero, até que se cumpra a indignação; porque aquilo que está determinado será feito.Não terá respeito aos deuses de seus pais, nem ao desejo de mulheres, nem a qualquer deus, porque sobre tudo se engrandecerá. Mas, em lugar dos deuses, honrará o deus das fortalezas; a um deus que seus pais não conheceram, honrará com ouro, com prata, com pedras preciosas e coisas agradáveis. Com o auxílio de um deus estranho, agirá contra as poderosas fortalezas, e aos que o reconhecerem, multiplicar-lhes-á a honra, e fá-los-á reinar sobre muitos, e lhes repartirá a terra por prêmio.” (Daniel 11:36-39)

OBSERVE QUE TODOS USAM AVENTAIS COMO ESTE E EM TODOS OS AMBIENTES SE ENCONTRÃO O OLHO DE HÓRUS. O que Satanás está fazendo através destas sociedades secretas e ocultistas é espalhando e impondo entre as nações, gradativamente, o ocultismo, até que chegue o momento quando Deus lhe dará a oportunidade final de atuação, antes de ser lançado no lago de fogo e enxofre, onde permanecerá preso, em cadeias eternas, pelos séculos dos séculos.

Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira, a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.” (2 Tessalonicenses 2:9-12)

“Mas a besta foi aprisionada, e com ela o falso profeta que, com os sinais feitos diante dela, seduziu aqueles que receberam a marca da besta e eram os adoradores da sua imagem. Os dois foram lançados vivos dentro do lago de fogo que arde com enxofre.” (Apocalipse 19:20)

“O diabo, o sedutor deles, foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre, onde já se encontram não só a besta como também o falso profeta; e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos.” (Apocalipse 20:10)

Observe o amigo leitor, de que modo esse símbolo ocultista, o Olho de Hórus, vem sendo espalhado, há anos, por todo lugar. E agora cada vez mais frequente e rapidamente. Aqui estão apenas uns poucos exemplos. O olho de HÓRUS é a marca exclusiva dos adoradores do anti-cristo.

Saiba mais sobre a astúcia de satanás, leia ACONTECIMENTOS DOS ÚLTIMOS DIAS PARTE 3 “O MONUMENTO AOS PRACINHAS”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s